ANTONIO GALVÃO DE ANDRADE, Commendador da Ordem de Christo, Estribeiro da Casa Real. – N. em Villa Viçosa, e m. no anno de 1689, a 9 d’Abril, contando ao que parece 76 de edade. – E.

721) (C) Arte de Cavallaria de gineta e estardiota; bom primor de ferrar, e alveitaria: dividida em tres tractados, que contêm varios discursos e experiencias novas d’ esta arte. Dedicada ao Serenissimo Principe de Portugal D. Pedro nosso senhor etc. Lisboa, por João da Costa 1678. fol. De XVI‑605 pag., com o retrato do auctor gravado a buril e trese estampas. – O distincto apreço que o Conde D. Luis de Menezes e D. Antonio Alvares da Cunha fizeram desta obra seria, na falta de outros, sufficiente recommendação do seu merecimento. É escripta em linguagem correcta, e havida por classica nos termos relativos ás materias de que tracta. A Bibl. Nacional de Lisboa tem um exemplar, e vi outro na do extincto convento de Jesus. O preço dos exemplares, que poucas vezes apparecem á venda tem sido regulado de 960 a 1:200.

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]