FRANCISCO JOZÉ DA CAMARA DE VASCONCELLOS Naceo em Lisboa no anno de 1689. sendo filho de Braz de Ornellas da Camera Fidalgo da Caza Real, e das principaes, e mais qualificadas familias da Ilha Terceira, como escreve o Padre Antonio Cordeiro Hift. Insul. liv. 6. cap. 21. Nos seus primeiros annos se applicou às letras humanas em o Collegio de Santo Antaõ atè o anno de 1703. em que passou à Universidade de Coimbra, onde depois de frequentar as Aulas de Filosofia, e Jurisprudencia Canonica, se resolveo no anno de 1707. A antepor a vida militar à litteraria, sentando praça no Regimento da Armada chamado hoje da Marinha com o qual fez varias Campanhas na Provincia do Alentejo em 1708. e 1709. Deste ultimo anno por diante começou a embarcar nas Fragatas de Guarda Costa, e Comboyos das Frotas Portuguezas occupando os postos subalternos, que lhe foraõ conferidos em attençaõ ao brio, e valor, que sempre ostentou, atè que foy provido em Capitaõ de mar, e guerra, em cujo exercicio sempre dezempenhou por diversas occasioens a obrigaçaõ do seu nascimento. Nunca o estrondo das armas lhe impedio o comercio das sciencias, cultivando com mayor aplicaçaõ as disciplinas Mathematicas, como mais conducentes para as direçoens da sua profissaõ militar. Falleceo em Lisboa a 17. De Agosto de 1742.

Compoz

Dissertaçaõ contra as Memorias Militares de Antonio do Couto na qual em nome dos Discipulos da Aula da Navegaçaõ se confutaõ os erros das ditas Memorias. Lisboa por Miguel Rodrigues 1733. 4. Sahio sem o seu nome em o livro Intitulado Evidencia Apolegetica, e Critica sobre o 1. e 2. Tomo das Memorias  militares de Antonio do Couto &c. e a dissertaçaõ principia da pagina 168. Por diante.

Tratado da Nautica, e exercicios militares, que deve saber todo o Official da Marinha. M. S. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]