P. FRANCISCO DE ARAUJO natural de Lisboa, filho de Sebastiaõ Fernandes, e Beatriz Domingues, foy admittido à Companhia de JESUS em o Collegio de Coimbra a 6. de Setembro de 1555. Pela muita prudencia, de que era ornado foy Mestre de Noviços em o Collegio de Evora, e Lisboa, Reytor de Santo Antaõ, Bragança, e Ilha Terceira. Teve animo sincero, genio humilde, e cordial affecto ao Patriarcha S. Jozè, naõ consentindo ouvir que no Ceo estivesse outro Santo mayor que elle. No mesmo dia, que tinha celebrado Missa, conhecendo ser chegada a ultima hora da sua vida pedio a Extrema-Unçaõ, e tanto que lhe foy conferida, espirou piamente na Caza Professa de S. Roque a 18. de Dezembro de 1623. com mais de 83. annos de idade, e 66. de Companhia. Escreveo.

Fundaçaõ do Collegio de Santo Antaõ de Lisboa, onde relata a entrada, e principios da Companhia em Portugal, e dos primeiros Padres, que habitaraõ o dito Collegio. Dividido em dous livros, dos quaes o primeiro ficou acabado; e do segundo sómente seis capitulos. Desta obra faz mençaõ o P. Telles Hist. de Etiopia Alt. liv. 2. cap. 3. onde intitula a seu Author Pessoa de muita verdade, e a quem faz hum elogio o P. Franco Ann. Glor. S. J. in Lusit. pag. 742. et in Annalib. S. J. in Lusit. pag. 237. n. 15.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]