Fr. IOAÕ DOS SANTOS natural da Cidade de Evora, e filho de Bartholameu Fernandes Cidadaõ da mesma Cidade, e de Beatriz Ferreira. Na idade da adolescencia entrou na Ordem dos Pregadores professando solemnemente em o Convento patrio a 5 de Novembro de 1584. onde depois de frequentar as escolas com grande fruto da sua estudiosa aplicaçaõ inflamado com o zelo de dissipar as sombras da Gentilidade Oriental com as luzes do Evangelho partio para a India com beneplacito dos Superiores, e chegando a Moçambique foy chamado por Fr. Ioaõ Madeira para seu companheiro em a cultura daquella vasta vinha onde em o espaço de onze annos discorrendo pelos rios de Cuama, Tete, e Sena bautizou innumeraveis gentios, extinguio escandalozos abuzos, edificou Seminarios para Neofitos, e Conventos para Ministros Evangelicos. Restituido ao Reyno no anno de 1607. foy mandado pelo Conselho de Portugal partir segunda vez àquella Regiaõ para continuar os progressos da Christandade, que com fervoroso zelo tinha promovido, e como naõ havia instante, que perdesse de tempo ocupava aquelle, que restava da instruçaõ dos Gentios em fazer patentes com a penna as noticias das terras, que foraõ theatro dos seus apostolicos ministerios. Ultimamente em o Convento de Goa, para onde tinha passado no anno de 1622. falleceo com saudade dos seus companheiros dos quais servio de exemplar na observancia do instituto, e austeridade de vida. Fazem delle honorifica memoria Faria Azia Portug. Tom. 3. Part. 3. cap. 10. n. 8. Echard. Script. Ord. Praed. Tom. 2. pag. 427. col. 2. Fernandes Hist. Eccles. de nuestr. Tiemp. liv. 2. cap. 16. Nicol. Ant. Bib. Hisp. Tom. 1. pag. 595. col. 2. Monteiro Claustr. Domin. Tom. 3. pag. 239. Ioan. Soar. de Brit. Theatr. Lusit. Litter. lit. 1. n. 74. Guerreiro Addie. às Relac. da Etiop. Do anno de 1606. e 1607. cap. 1. fol. 268. Vers. Ant. de Leaõ Bib. Orient. Tit. 12. Fonceca Evor. Glorios. pag. 412. Compoz.

Ethiopia Oriental, e varia historia de cousas notaveis do Oriente, em que se dà relaçaõ dos principaes Reynos desta larga Regiaõ, dos custumes, ritos, e abuzos de seus habitadores, dos animaes, bichos, e feras, que nellas se criaõ, de suas minas, e couzas notaveis, que tem assim no mar como na terra, de varias guerras, e vitorias insignes, que ouve em nossos tempos nestas partes entre Christãos, Mouros, e Gentios. 1. e 2. Parte. Evora por Manoel de Lyra. 1609. fol. Sahio traduzida abreviadamente na lingua Franceza pelo Padre D. Caetano Charpy Clerigo Regular Theatino com o titulo seguinte.

Histoire del’ Etiopie Oriental traduite de Portugais de R. P. Iean dos Santos religieux del’ Ordre de S. Dominique. Pariz. 1684. 12. e 1688. 12.

Commentarios da Regiaõ dos Rios de Cuama. M. S. Esta obra deu o Author a Antonio Bocarro Chronista mòr da India como elle confessa nas suas Decadas.

Relaçaõ do Descubrimento das Minas da prata da Chicova escrita em o anno de 1618. M. S. Dedicada a D. Duarte Marquez de Flexilla a quem dedicara a sua Etiopia.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]