P. IORGE CABRAL. Naceo na Villa de Tornos do Bispado de Viseu em a Provincia da Beyra sendo filho de Salvador de Figueiredo, e Izabel de Souza. Estudando letras humanas no Collegio de Coimbra dos Padres Iesuitas se afeiçoou com tanto excesso a este sagrado instituto que a elle foy admetido a 20 de Outubro de 1587. quando contava dezaseis annos de idade. Soube eminentemente as Faculdades de Filosofia, e Theologia que dictou com aplauzo em Coimbra, e Evora onde recebeo a borla de Doutor Theologo. Assistio como Confessor às mortes dos Duques de Aveiro D. Alvaro, e D. Jorge, e a Duqueza D. Iuliana ordenando pelas direçoens de taõ prudente Varaõ as declaraçoens de suas ultimas vontades. Eleito Bispo de Viseu D. Diniz de Mello o nomeou seu Confessor, e partindo com elle para o Bispado como quizesse pacificar duas familias principaes de cuja discordia se tinhaõ originado graves escãdalos foy mandado para concluir este negocio que felismente conseguio. Voltando para Viseu adoeceo gravemente na sua patria onde antes de receber o Viatico fez a protestaçaõ da Fé proferida com affecto taõ cordial, que moveo a compunçaõ a todos os assistentes. Ultimamente pedindo a Extrema Unçaõ falleceo com sinaes evidentes de lhe ter sido revelada a ultima hora, a 3 de Mayo de 1637. quando contava 66 annos de idade, e 50 de Companhia. Delle se lembra Franco Imag. da Virt. em o Nov. de Coimb. Tom. 1. liv. 2. cap. 94. et Annal. S. J. in Lusit. pag. 270. n. 1.

Entre muitas, e doutas Consultas, que compoz em diversas materias em que era consultado pelas primeiras Pessoas da Corte por sempre regular o seu voto pelos dictames da conciencia timorata, se fez publica a seguinte.

Consultum in Allegatione Francisci Valasci pro mayoratu domùs Averiensis. à n. 336.

Sem o seu nome.

Relaçaõ Geral das Festas, que fez a Religiaõ da Companbia de JESUS na Provincia de Portugal na Canonizaçaõ dos gloriosos Santos Ignacio de Loyola seu fundador, e S. Francisco Xavier Apostolo da India Oriental no anno de 1622. Lisboa por Pedro Crasbeeck. Impressor delRey. 1623. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]