P. IORGE SERRAÕ natural de Lisboa, e filho de Duarte Serraõ, e Brites Gomes ambos de conhecida nobreza. Quando contava quatorze annos de idade abraçou o instituto da Companhia de Jesus em o Collegio de Coimbra a 23 de Março de 1544. onde viveo pelo espaço de quarenta, e seis annos para exemplar de domesticos, e estranhos. Nos Magisterios sempre teve a primazia assim pelo talento, como pelo tempo pois foy o primeiro, que ensinou Filosofia em Coimbra quando ElRey D. Joaõ o III. entregou aos Padres Jesuitas as Escolas Menores, e o primeiro, que dictou Theologia em a Universidade de Evora, que erigira o Cardial D. Henrique onde foy Cancellario, e Reytor, e depois Reytor de Coimbra, Preposito da Caza professa de Lisboa, e Provincial. Assistindo em Roma na Congregaçaõ Geral, que se fez pela morte de Santo Ignacio recebeo o gráo de Doutor na Sapiencia. Foy Deputado do Conselho geral do Santo Officio em cujo lugar deu manifestos argumentos de ardente zelo para se conservar pura a Religiaõ. Era taõ respeitada a sua pessoa, que o elegeo o Senado de Lisboa para dar a noticia ao Cardeal D. Henrique de ser sucessor da Coroa de Portugal pela falta de seu sobrinho ElRey D. Sebastiaõ. Provada a sua paciencia com acerbas dores na ultima idade passou em a Caza professa de S. Roque de mortal a eterno a 8 de Agosto de 1590. O Tribunal do Santo Officio lhe dedicou hum solemne Funeral a que assistio a mayor parte da Nobreza da Corte. Delle se lembraõ Telles Chron. da Comp. de Jes. da Prov. de Portug. Part.1. liv.1 cap.32. n. 8. e Part. 2. liv. 5. cap. 43. n. 2. e liv. 6. cap. 20. n. 4. Franco Imag. da Virt. em o Novic. de Coimbra Tom. 1. liv. 2. cap. 60. e nos .Annal. S. J. in Lusit. pag. 152. n. 2. Escreveo.

In Prim. Secund. D. Thomae. fol.

Tractatus de Detractione. fol.

Estas obras se conservaõ M. S. no Collegio de Evora.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]