Fr. IOZÉ DE ARGANIL natural da Villa do seu apelido Cabeça de Condado anexo aos Bispos de Coimbra. Professou o instituto Serafico em a reformada Provincia da Soledade onde aprendeo as sciencias capazes de o formar Theologo, e Pregador de cujo sagrado ministerio fez patente por beneficio da Impressaõ.

Oraçaõ funebre nas exequias de Bento de Moura Barata Mendoça, e Freyre Fidalgo da Casa de S. Magestade, e Cavalleiro professo da Ordem de Christo recitada no Convento de Nossa Senhora da Charidade de religiosos da Provincia da Soledade de que a sua Caza tem o Padroado, e Iazigo na Villa do Sardoal. Lisboa por Miguel Manescal da Costa. Impressor do Santo Officio 1741. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]