P. MANOEL CORREA filho de Joaõ Lourenço, e Margarida Diaz naceo em Lisboa donde passando a Coimbra se alistou na Companhia de Jesus a 4. de Agosto de 1555. Entre as Virtudes que exactamente practicou, se distinguio na charidade para com os proximos oferecendo a propria vida na assistencia dos feridos da peste que no anno de 1596. devastou grande parte deste Reyno. Ao seu fervorozo zelo se deve o magnifico legado de cincoenta mil cruzados, que hum Fidalgo deixou á Santa Casa da Misericordia para sustento dos pobres incuraveis. Foy Confessor do Illustrissimo Arcebispo de Lisboa D. Jorge de Almeida. Falleceo na Casa Professa de S. Roque em 31. de Dezembro de 1618. em idade muito provecta. Delle se lembra o Padre Antonio Franco Imag. de Virtud. do Colleg. de Coimb. Tom. 1. liv. 3. cap. 29. e Annal. S. J. in Lusit. p. 222. n. 2. Escreveo

Carta ao Padre Mauricio em que lhe relata o estrago que fez a peste em Lisboa.

Carta ao Padre Luiz Gonçalves da Camara escrita a 28. de Agosto sobre a mesma materia. Huma, e outra imprimio o Padre Franco no lugar assima allegado. A 1. no cap. 28. E a 2. no cap. 29.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]