AMADOR PATRICIO DE LISBOA. Sob este pseudonymo se publicou:

273) Memorias das principaes providencias que se deram no terremoto que padeceu a Corte de Lisboa no anno de 1755. Ordenadas e offerecidas á Magestade Fidelissima d’Elrei D. Joseph I. Sem logar, nem nome do impressor 1758. fol. de XXX‑355 pag. – A similhança dos typos e vinhetas d’este livro com os da Vida do Infante D. Henrique que no mesmo anno se imprimiu em Lisboa na Off. de Francisco Luiz Ameno, me levam a crer que d’esta Officina sahiram tambem as Memorias. Não faltou quem em tempo attribuisse ao primeiro Marquez de Pombal a composição e coordenação d’esta obra; mas tem prevalecido, e com melhor fundamento, a opinião que a atribue ao P. Francisco José Freire (Candido Lusitano.) V. a Bibl. Hist. de Portugal e seus Dominios, pag. 326 da segunda edição.

É estimado este livro, e de valor historico pelas muitas particularidades que encerra, sendo o que de mais amplo se publicou relativo áquelle infausto e lamentavel acontecimento e ás suas consequencias: a parte narrativa é feita em phrase limpa e estylo corrente, e os numerosos documentos que a acompanham e lhe servem de confirmação realçam o merito da obra, dando‑lhe um caracter authentico e official.

Seu preço no mercado regula de 600 a 960 réis, e ás vezes 1:200. (V. Francisco José Freire.)

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]