ALVARO DO COUTO DE VASCONCELLOS. Este nome deve ser excluido do catalogo dos escriptores portuguezes onde Barbosa o faz figurar incompetentemente; pois que não consta que compozesse obra alguma propria, sendo apenas mero copiador da Chronica d’El‑Rei D. João o I por Fernão Lopes, a esse tempo inedita e da qual tirou um traslado em tres volumes que assignou no fim com a data de 1.° de Setembro de 1541, como diz o mesmo Barbosa. Consta que um dos volumes d’este traslado ou copia existe, ou existia no Archivo da Torre do Tombo. ‑ V. a este respeito o que dizem o academico Trigoso no prologo do Tomo IV da Collecção dos Ineditos de Historia Portugueza publicados pela Acad. R. das Sc. a pag. XXXIII e o auctor da Bibl. Hist. de Portugal e seus Dominios, a pag. 4 da edição de 1801.

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]