Fr. MANOEL DA GRAÇA, naceo em Lessa Baliado da Ordem Militar de S. Joaõ de Malta, onde teve por Pays a Manoel Rodrigues, e Maria da Conceiçaõ. Aprendeo Grammatica na Cidade do Porto em que logo deu a conhecer a viveza do seu engenho. Naõ tendo ainda completos quinze annos recebeo o habito de Carmelita no Real Convento de Lisboa a 22. de Janeiro de 1662. e professou a 14. de Março do anno seguinte. Admettido a Collegial do Collegio de Coimbra, a 12 de Outubro de 1665. estudou as sciencias severas com aplicaçaõ, que depois dictou com aplauso merecendo pela sua literatura ser numerado entre os Doutores Theologos da Universidade de Coimbra. A prudencia com que regulava as acçoens, e a afabilidade com que tratava aos domesticos o elevaraõ ao lugar de Provincial a 13. de Mayo de 1696. e passando no segundo anno de seu governo a Roma para votar no Capitulo Geral, que se celebrou a 17. de Mayo de 1698. o nomeou o Geral eleito Fr. Carlos Felisberto Barbari Comissario, e Visitador da Provincia Portugueza, cujos lugares exercitou dous annos em os quaes foy nomeado pelo Geral Fr. Pedro Thomaz Sanches em 7. de Dezembro de 1710. Reformador da mesma Provincial Foy Qualificador do S. Officio, Examinador do Priorado do Crato, e dos grandes Prégadores do seu tempo. Falleceo em o Convento de Lisboa a 8. de Março de 1718. quando contava 71. annos de idade, e naõ 73. como está no seu epitafio, e 56. de Religiaõ. Jaz sepultado no cemiterio, com este epitafio.

Aqui jaz o M. R. P. M. Fr. Manoel da Graça, Doutor pela Universdade de Coimbra, insigne nas letras divinas, Qualificador do S. Officio, Examinador do Priorado do Crato, Provincial que foy desta Provincia, e nella Commissario Geral, Vistador, e Reformador. Falleceo de 73.annos, em oito de Março de 1718.

Delle faz larga memoria Fr. Manoel de Sá Mem. Hist. dos Escrit. do Carm. Da Prov. de Portug. cap. 79. Dos seus Sermoens de que se poderaõ formar muitos volumes se fizeraõ publicos os seguintes.

Sermaõ de N. S. das Neves no Convento de Chellas. Coimbra por Manoel Dias, Impressor da Universidade. 1670 4.

Sermaõ de S. Bernardo em Coimbra. Coimbra pelo dito Impressor 1671. 4.

Sermaõ dos Reys no Convento das Religiosas de S. Bernardo de Coimbra. Coimbra, por Manoel, Dias, Impressor da Universidade. 1673. 4.

Sermaõ de S. André Apostolo na Igreja de S. Pedro de Coimbra. ibi. pelo dito Impressor. 1673 4.

Sermaõ de S. Lourenço, prégado em Coimbra. ibi por Jozé Ferreira. 1673 4.

Sermaõ de S. Joaõ Evangelista, no Convento das Carmelitas de Tentugal. Coimbra pela Viuva de Manoel Carvalho. 1675 4.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]