ALEXANDRE MAGNO DE CASTILHO, Cav. da Ord. de N. S. da Condeição, Bacharel formado em Mathematica pela Univ. de Coimbra, Consul dos Estados de Buenos Ayres em Lisboa, Membro do Instituto Historico de Paris, e de outras Sociedades e Corporações scientificas, etc. – N. em Lisboa a 12 de Dezembro de 1804.

209) Resposta á Analyse da Carta de Lei de 15 de Outubro de 1825, do Brigadeiro Moniz Barreto Rio de Janeiro 1826. 4.o – A publicação d’este escripto produziu uma querella, dada contra o auctor por abuso de liberdade de imprensa; e tendo de comparecer perante o jury, escreveu então a seguinte:

210) Defeza de Alexandre Magno de Castilho, Bacharel formado em Mathematica, e Voluntario da Armada Real Portugueza. Ibi, na Typ. Imperial e Nacional 1826. 4.o de 27 pag. – Julgo que devem ser rarissimos os exemplares d’este impresso, ao menos em Portugal; porque ainda não vi mais que um unico, o qual tenho em meu poder.

211) Cartas de dous amantes, ou Emilia e Frontino. Ibi 1826. – Creio que foram reimpressas, ibi, na Typ. Un. de Laemmert 184…8.o gr.

212) Poesias d’um Portuguez, offerecidas aos portuguezes seus compatriotas residentes no Brazil. Ibi 1826.

213) Carlos III ou a Inquisição de Hespanha. Drama em tres actos traduzido do francez. Sahiu no Archivo Theatral, tom. III Lisboa 1840.

Desde 1850 inclusivè até o presente ha publicado regularmente:

214) Almanach de Lembranças para 1851 (e para cada um dos annos seguintes) – Lisboa 1850‑53‑54‑55‑56‑57. Em diversas Typ. Os de 1852 e 1853 foram impressos em Paris, nos annos de 1851 e 52. Formato de 16.° – Estes Almanachs têem tido grande consumo, tanto em Portugal como no Brazil, e os dos primeiros annos são hoje procurados para inteirar as collecções, tornando‑se já de difficil acquisição por terem sido tirados em menor numero de exemplares quo os dos annos seguintes.

Tem ainda publicado varios artigos litterarios nos jornaes Independente, dos Amigos das Letras, Revista Universal, Semana, etc. – São da sua penna o Golpe de vista sobre o estado politico das principaes Nações da Europa em 1851, impresso no Correio Mercantil do Rio de Janeiro, e a Chronica Politica Europêa que desde Agosto de 1851 sahiu regular e periodicamente impressa no mesmo jornal.

Conserva ineditas um grande numero de composições dramaticas, algumas originaes, outras imitadas ou traduzidas.

Conjunctamente com seu irmão José Feliciano de Castilho, escreveu e publicou em francez as seguintes obras e opusculos, todos destinados a facilitar o conhecimento theorico e applicações practicas da sciencia mnemonica, de que ambos se mostraram zelosos e incansaveis propagadores.

215) Recueil de souvenirs pour le cours de Mnémotechnie. S.t Maló 1831.

216) Traité de Mnémotechnie. Bordeaux 1831. Publicaram‑se d’esta obra oito edições, segundo se affirma.

217) Dictionnaire Mnémotechnique. Ibi 1831. D’esta sahiram seis edições, no periodo decorrido até 1835.

218) Formules pour la mnémonisation des souverains Pontifes et des Conciles généraux. Ibi, 1834.

219) Faits détachés de l’Histoire Ecclesiastique avec leurs formules correspondantes. Arles 1835.

220) Tableau chronologique des Rois de France, mnemonisé. Bordeaux 1835.

221) Traité de stenographie. Tarascon 1835.

V. a este respeito a nota inserta na Noute do Castello do sr. Castilho (Antonio) a pag. 113, e tambem o Jornal dos Amigos das Lettras, 1836, a pag. 109.

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]