MANOEL PEREIRA PERES, naceo em Lisboa a 3 de Setembro de 1652, onde teve por Pays a Joaõ Peres Barreto, e Francisca Pereira de Lima. Instruido na Jurisprudencia Cesarea da qual recebeo o grao de Bacharel em a Universidade de Coimbra, servio o Lugar de Juiz de fóra de Palmella, sendo Procurador das Cortes daquella Villa, que se celebraraõ no anno de 1674. De Juiz de fóra de Alvito passou a Corregedor de Castello-Branco, e depois de assistir neste lugar quatro annos, foy despachado para Chanceller da Relaçaõ de Goa. Sahio da sua patria na monçaõ de 25 de Março de 1692, com o Conde de Villa-Verde Vice-Rey do Estado da India, e depois de tolerar varios trabalhos, e molestias chegou a Goa a 26 de Mayo de 1693, cuja jornada descreveo em sinco Cantos, e a dedicou ao Vice-Rey em Penelim a 16 de Julho de 1693. Começa

Canto a viage heroica, e dilatada,

Que desse Tejo aurifero, e jucundo

Ao Ganges, que em corrente arrebatada

Rega o campo Indiano, e o faz fecundo:

Fez na soberba Lusitana armada

Noronha Vice-Rey Marte segundo

Por mares tantas vezes navegados

Desta vez mais horriveis, e alterados.

Conserva-se esta obra M. S. na Livraria do Excellentissimo Marquez do Louriçal. Em Goa naõ sómente servio o lugar de Chanceller, mas de Secretario de Estado tres annos, e de Juiz do Fisco, onde morreo no anno de 1698.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]