MANOEL DA PURIFICAÇAM, chamado no seculo Manoel Magalhaens, filho de Lourenço da Rocha, e Anna de Magalhaens Toscana, naceo em a Cidade do Porto onde estudou Grammatica com o insigne Mestre Joaõ Nunes Freire do qual se fez mençaõ em seu lugar, e Musica com Isidoro Alvares muito perito nesta Faculdade. Deixando o seculo se recolheo á florentissima Congregaçaõ do Evangelista amado recebedo a murça a 19 de Fevereiro de 1641. Pela profunda sciencia da sagrada Theologia foy laureado na Universidade de Coimbra com as insignias doutoraes. No estudo da Genealogia naõ fez pequenos progressos a sua aplicaçaõ. Tocou com summa destreza varios instrumentos musicos, e escreveo os livros do Coro com tal perfeiçaõ, que os caracteres formados pela penna pareciaõ sahidos da Impressaõ. Foy Reitor do Convento da Feira. Falleceo no Convento patrio em Fevereiro de 1694. Delle faz honorifica memoria o P. Francisco de S. Maria Chronic. dos Coneg. Secul. liv. 2. cap. 50. Compoz

Armas de todos os Reinos do Mundo, e dos Grandes de Portugal. Além de serem primorosamente illuminadas pela maõ do Author investigou cõ grande estudo os principios donde procediaõ, e a causa porque cada hum as tomou. Desta obra, como de seu Author faz memoria o P. D. Antonio Caetano de Sousa Apparat. Á Hist. Gen. da Cas. Real Portug. p. 65. §. 49.

Familias Portuguezas. fol. M. S.

Espelho de Prelados S. Lourenço Justiniano, e dos Varoens illustres da Congregaçaõ de Portugal. Dedicado ao Illustrissimo Bispo do Porto D. Joaõ de Sousa de Castello-Branco em o anno de 1683. fol. M. S. Conserva-se na Livraria do Convento de S. Eloy de Lisboa.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]