Fr. MANOEL DA SYLVEIRA, natural de Lisboa, e filho do Capitaõ Francisco Pereira da Sylva, e Maria Gomes da Cruz. Na idade da adolescencia elegeo entre todas as Familias Religiosas a preclarissima Ordem dos Prégadores recebendo o habito no Real Convento de Bemfica a 24 de Julho de 1713. Nesta sabia palestra desempenhou os dotes de que abundantemente o ornara a natureza excedendo a todos os seus condiscipulos, e competindo com os Mestres na penetraçaõ das mayores difficuldades da Filosofia, e Theologia, em cuja Faculdade recebeo as insignias doutoraes na Athenas Conimbricense. Sendo Lente de Prima, e Regente dos Estudos no Real Convento da Batalha, foy eleito Qualificador do Santo Officio, e Mestre de Theologia Moral no Real Collegio de N. Senhora da Escada de Lisboa. No Capitulo Geral celebrado em Roma ao 1 de Junho de 1748, em que sahio Mestre Geral da Ordem Fr. Antonino Bremond de naçaõ Francez, e Theologo Casanetense assistio como Capitular, mandado pela Provincia de Portugal, e em taõ authorisado, e douto congresso deu a conhecer o seu grande talento. O aplauso, que lhe conciliaraõ as Cadeiras competio com o que alcançou nos pulpitos sendo Orador consumado pela elegancia das palavras, profundidade dos conceitos, e viveza das acçoens. Falleceo no Convento patrio a 12 de Abril de 1750, quando contava 53 annos de idade, e 37 de religiaõ. De muitos Sermoens, que prègou, se fizeraõ publicos os seguintes.

Oraçaõ Gratulatoria a Christo JESU Crucificado aplaudido na sua milagrosa Imagem, sita na Parochial de San-Tiago da Villa de Torres-Novas pela melhora do Serenissimo Senhor Infante D. Antonio. Lisboa, na Officina da Musica, e da sagrada Religiaõ de Malta. 1739. 4.

Sermaõ na Profissaõ das Madres Soror Clara Maria de Jesus, Soror Anna da SS. Trindade, Soror Ignez de S. Tereza, Soror Joanna da Natividade, e Soror Bernarda de S. Jozé, sinco irmãs naturaes da America donde vieraõ a ser Religiosas no Mosteiro da Santissima Trindade de Campolide de Lisboa, prégado na segunda Dominga de Outubro dia que celebrava a Senhora dos Remedios Orago do mesmo Mosteiro. Lisboa, por Miguel Rodrigues Impressor do Eminentissimo Senhor Cardeal Patriarcha. 1747. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]