MANOEL DE SOUSA. Ulysiponense, e muito perito na lingoa Italiana, da qual verteo na materna a obra composta pelo P. Emerico de Bonis Jesuita, intitulada Espelho da Confissaõ. Coimbra no Collegio das Artes da Companhia de Jesu. 1719. 12.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]