Fr. MANOEL DE S. THOMAZ, natural da Villa de Salvaterra de Magos do Patriarchado de Lisboa, e filho de Francisco Gomez, e Maria Tinouca. Professou o Instituto Serafico no Convento de S. Antonio do Varatojo a 16 de Outubro de 1661. Foy leitor jubilado, Confessor das Malthezas de Estremoz, do Mosteiro da Madre de Deos situado fóra dos Muros de Lisboa, Guardiaõ de Xabregas, e Ministro Provincial eleito a 9 de Março de 1715 onde falleceo a 11 de Janeiro de 1729, em idade muito provecta. Teve grande genio para a Poesia Latina ornando com elegantes distichos diversas officinas do Convento de Xabregas, e deixando composto

In Passionem Christi Domini Poema.

Paraemiae, Lusitanae in Latinum ductae ex P. Benedicti Pererii primò, deinde ex antiquorum scriptis desumptae, & erutae. M. S. Contava 62 annos de idade, quando compoz esta obra.

Della como do Author, faz mençaõ o P. Fr. Jeronymo de Bellem na Chron. da Prov. dos Algarves. Introd. pag. 263.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]