Sor MARIA PERPETUA DA LUZ. Naceo na Cidade de Béja da Provincia Transtagana a 14 de Julho de 1684, sendo filha de Manoel da Costa Diniz, e Leonor de Jesus. Desde os primeiros annos a prevendo a graça para exacta cultora das virtudes mais heroicas das quaes elegeo por theatro o Convento patrio da Esperança de Carmelitas Calçadas, recebendo o habito a 22 de Outubro de 1704, quando contava 20 annos de idade. Os progressos que o seu espirito fez em todo o genero de acçoens Virtuosas naõ saõ faceis de relatar, como tambem os especiaes favores que recebeo de seu divino Esposo, e de MARIA Santissima, e de diversos Santos que venerava com particular culto. Vaticinou sucessos futuros, serenou consciencias escrupolosas, e curou enfermidades rebeldes que lhe canonizaraõ o nome em Vida, e muito mais depois da morte sucedida a 26 de Agosto de 1736, quando contava 52 annos hum mez e 12 dias de idade. A sua vida escreveo com elegante estylo o R. P. Doutor Fr. Jozé Pereira de Santa Anna, que publicou no anno de 1742, onde diffusamente narra as acçoens desta grande Serva de Deos. Por ordem dos seus Confessores os Mestres Fr. Joaõ de Sousa, e Fr. Jozé de Aguiar escreveo a sua vida em sessenta cadernos que encadernados em dous volumes se guardaõ com a merecida estimaçaõ no Archivo do Real Convento do Carmo de Lisboa. Delles publicou o P. Doutor Fr. Jozé Pereira na Vida que desta Serva de Deos escreveo desde pag. 252. até 351.

Obra Ascetica, e moral extrahida dos verdadeiros escritos, que existem da propria letra da virtuosa Madre Maria Perpetua da Luz Carmelita Calçada. Lisboa por Antonio Pedroso Galraõ 1742. fol.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]