Sor MARIA MAGDALENA, natural de Lisboa, filha de Manoel de Andrade, e Brites Freire taõ illustres como opulentos. Professou o instituto de Santa Clara em o reformado Convento da Madre de Deos situado fóra dos muros de Lisboa no anno de 1583, onde praticou com exaçaõ as virtudes proprias do estado religioso até que falleceo a 18 de Novembro de 1637 com saudade das suas companheiras. Para testemunhar o ardente affecto, e cordial devoçaõ com que amava ao Evangelista S. Joaõ escreveo com bom estylo, e varia erudiçaõ, e dedicou a Jeronymo de Mello Coutinho.

Historia, Prerogativas, e louvores do glorioso S. Joaõ Evangelista tirada de varios Authores. Lisboa por Antonio Alvares. 1628. 8. Da Authora, e da obra faz memoria o Theatr. Heroin. Tom. 2. p. 264.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]