P. MIGUEL DO AMARAL, natural do lugar de Zurara do Bispado de Viseu onde teve por Progenitores a Miguel Paes do Amaral, e D. Anna Paes igualmente nobres, e pios. Abraçou o instituto de Jesuita em o Noviciado de Coimbra em o 1 de Julho de 1677, quando contava 21 annos de idade, onde exercitou com escrupulosa exaçaõ os preceitos da sua Regra. Inflamado com o desejo de agregar filhos ao gremio da Igreja Romana deixou a patria, e passando á India Oriental, e della ao Imperio do Japaõ, e China converteo muitos barbaros á veneraçaõ do Redemptor crucificado, donde voltou duas vezes a Portugal obrigado da obediencia. Vaticinou a sua morte que sucedeo em Coimbra a 14 de Dezembro de 1730, quando contava 75 annos de idade, e 54 de religiaõ. O cadaver ficou taõ flexivel como se estivera vivo lançando sangue de hum dedo que se lhe quiz com indiscreta devoçaõ cortar. Ao seu Funeral assistiraõ os Ministros do Santo Officio, Cathedraticos da Universidade, e a nobreza, e povo da Cidade levando como reliquias alguns pedaços dos seus vestidos. Traduzio da lingoa Italiana em a materna os seguintes tratados sendo o primeiro do Padre Joaõ Pedro Pinamonte; e o segundo do P. Carlos Gregorio Rosignoli ambos Jesuitas.

Exercicios espirituaes de Santo Ignacio propostos ás Pessoas Seculares. Coimbra no Real Collegio das Artes da Companhia de Jesus 1726. 8.

Verdades eternas expostas em liçoens ordenadas principalmente para os dias dos exercicios espirituaes, explicada cada huma liçaõ para cada hum dos outo dias dos exercicios espirituaes. ibi na dita Officina, e no mesmo anno.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]