P. NUNO DE MELLO, natural do lugar da Faya do Bispado da Guarda, onde teve illustres Pays, chamados Henrique de Mello, e Dona Joanna de Soveral, cuja companhia deixou, para se alistar em a de JESUS, recebendo a roupeta a 27 de Abril de 1565, quando contava desasete annos de idade. Foy ornado de virtudes heroicas, que conciliaraõ o respeito de estranhos, e domesticos. Falleceo piamente no Collegio de Evora entre os annos de 1615, e 1618. Compoz

Calendario perpetro, para se celebrar o Santo Sacrificio da Missa. Conserva-se M. S. na Sancristia do Collegio de Evora, o qual serve de Directorio para todos que dizem Missa.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]