PEDRO FERNANDES DE QUEIRÓS, natural da Cidade de Evora, e muito perito em a Nautica, como manifestaõ as diversas navegaçoens que com animo destemido emprendeo. Assistindo pelo largo espaço de vinte annos nas Indias Ocidentaes voltou a Hespanha, donde passou a Roma no anno de 1600 em que com jubilo do mundo catholico se celebrava o Anno Santo, e como conhecesse o seu grande talento o Duque de Sessa Embaixador de Castella em a Curia o admitio por familiar da sua Casa para instruir a seu filho na intelligencia dos Mapas do mundo, e cartas de marear. Tendo recebido do Pontifice diversos favores se restituhio a Hespanha, onde se lhe cometeo o descobrimento das Ilhas de Salamaõ, situadas ao Poente da nova Hespanha, e terra firme. Para taõ ardua empreza se embarcou em huma Armada com Alvaro de Mendanha, e como este fallecesse, continuou a navegaçaõ dirigida pela sua nautica experiencia, porém naõ podendo conseguir o que intentava se recolheo a Hespanha, donde novamente sahio, e depois de vencidos varios infortunios, que fatalmente conspiravaõ contra a sua vida, descubrio muitas terras na parte Austral, que intitulou Australia do Espirito Santo. Querendo estabelecer as terras descubertas voltou a Hespanha, onde recebeo provisoens para que em Mexico se lhe entregasse huma Armada que naõ excedesse a importancia de quinhentos mil cruzados, cuja ordem como se naõ effeituasse falleceo na Corte de Madrid. Fazem delle mençaõ Daça Chron. de S. Franc. Part. 4. liv. 2. cap. 3. e 11. Fonseca Evor. Glorios. p. 414. Compoz

Narratio de terra australi incognita, & de terra Samojedarum, & Tingoesiorum in Tartaria. Amstelodami. 1612. 4. Sahio vertida em lingoa Alemãa Francforti 1615. fol.

Relaçaõ da sua vida. fol. M. S. He volume grande, o qual consta de tres viagens feitas ás Ilhas de Salamaõ. A primeira feita por Alvaro de Mendanha anno 1567. A segunda pelo mesmo Mendanha em que Pedro Fernandes era Piloto mór  no anno de 1599. A terceira por elle Pedro Fernandes como Capitaõ Geral em o anno de 1605. Desta obra fazem mençaõ Ant. de Leaõ. Bib. Occid. Tit. 16. e Pereira Solorzano de Jure Indiar. Tom. 1. lib. I. cap. 6. n. 66. dizendo que lha communicara D. Francisco de Queirós filho do Author muito perito nas disciplinas mathemathicas, Cosmografo mór do Reino do Perû, e Examinador de Pilotos.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]