PEDRO DE ALCAÇOVA, alumno da Companhia de Jesus, onde professou no estado de leigo sendo operario vigilantissimo das agrestes vinhas do Japaõ, e China para onde partio com S. Francisco Xavier a 17 de Abril de 1552. Assistio em Bungo, e Amanguchi padecendo diversas tribulaçoens maquinadas pelos Bonzos. Partio do Japaõ a 14 de Outubro de 1553, e voltando a Goa, escreveo

Carta aos Irmãos da Companhia de Jesus de Portugal, escrita do Collegio de S. Paulo de Goa no amio de 1554. Sahio no Tom. das Cartas do Japaõ, e China dos Padres da Companhia Lisboa por Manoel de Lyra 1598. fol. a fol. 23. até 28. He muito extensa em que relata o fruto da Christandade do Japaõ, e os prodigios que Deos fazia nas conversoens. Sahio em Coimbra por Antonio de Mariz 1570. 4.  fol. 57. vertida em Castelhano pelo P. Cypriano Soares, Coimbra por Joaõ Barreira  1565. 4. fol. 53. Em Italiano com outras. Roma por Antonio Bladio 1556. 8. e em Latim. Louanii apud Rutgerum Welpium 1570. 8. a pag. 68. até 86. e mais abbreviada pelo P. Manoel da Costa de rebus Japon. Coloniae apud Gervinum Calenium 1574. 8. & Delingae apud Sebaldum Mayer 1571. 8.

Falleceo piamente no anno de 1579. Delle se lembraõ Hist. Societ. Part. 4. liv. 7. n. 302. Faria Asia Portug. Tom. 2. Part. 4. cap. 20. n. 9. Ant. de Leon Bib. Orient. Tit. 6. e 8. e o seu addicionador Tom. 1. Tit. 6. col. 100.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]