PEDRO RIBEIRO DO LAGO, filho de Manoel Ribeiro do Lago, e de Francisca de Carvalho, natural da Cidade de Braga, donde passando á de Coimbra estudou Direito Pontificio em que recebendo as insignias doutoraes, foy admitido a  Collegial do Collegio de Saõ Pedro a 5 de Março de 1636. O seu merecimento o levou a regentar as Cadeiras de Clementinas, de que tomou posse a 29 de Março de 1648, e de Sexto em 12 de Janeiro de 1651, do Decreto a 26 de Desembro de 1652, de Vespera a 17 de Mayo de 1662, e ultimamente de Prima em 18 de Julho de 1669 . Foy Deputado da Inquisiçaõ de Coimbra eleito em 18 de Julho de 1646, e Conego Doutoral das Cathedraes de Viseu, Braga, e Evora. Fazem delle memoria o Doutor Manoel da Sylva Pereira Leal Cathal. do Colleg. de S. Pedro. n. 81. e Fr. Pedro Monteiro Cathal. dos Deput. da Inquisiç. de Coimb. n. 95. Dictou sendo Mestre as seguintes Postillas

Relectio ad Rubric. &C. unic. de Commodat. … ad Clem. Saepe de Verb. significat.

Commentaria ad Text. in cap. quod non est de reg. juris in antiquis.

Relectio ad text. in cap. omnis Christianus II. quaest. 3.

Commentaria ad text. in Clem. unic. de Sequestri posses.

Relectio ad text. in cap. Forus 10 de verb. signif.

Tract. de Electione, & Electi potestat.

Relectio ad Cap. quae multoties de reg. juris in antiquis.

Commentaria ad Tit. de Probationib. in Clem.

Commentaria ad Text. in cap. novit. 13. de judiciis.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]