D. SANCHO DE NORONHA, ou de FARO, filho de D. Fernando de Noronha terceiro Senhor de Vimieiro, e Mordomo mór da Rainha D. Catherina, e de sua mulher D. Izabel de Mello, filha de Gomez de Figueire do , Commendador de Hortalagoa da Ordem de Saõ-Tiago, Provedor de Evora, Camareiro delRey D. Affonso V. e seu Armador, e de D. Leonor de Mello. Foy Deaõ da Capella real, e Comendatario dos Mosteiros de Ansede, e Pedrozo, e eleito Bispo de Leiria, cuja dignidade naõ possuio impedido pela morte sucedida no anno de 1569. Assistio nas Cortes que D. Joaõ III. celebrou em Almeirim no anno de 1544 em que foy jurado sucessor da Cora seu filho o Principe D. Joaõ onde orou elegantemente. Foy muito douto nos estudos Theologicos, e naõ menos versado nas maximas politicas de que saõ irrefragaveis testemunhas as obras, que publicou

Tratado da segunda Parte do Sacramento da Penitencia, que he a confissaõ com detestaçaõ dos sete pecados mortaes, e exhortaçoens das virtudes contrarias delles, e modo para bem consertar. Lisboa 1547. 3.

Tratado moral de louvores, e perigos de alguns estados seculares, e das obrigaçoens, que nelles há com a exhortaçaõ em cada estado de que se trata. Coimbra por Francisco Correa Impressor do Collegio real Acabou-se a quatro dias do mez de Setembro de M.D.XLIX. Dedicado ao Principe D. Joaõ, filho delRey D. Joaõ III.

Oraçaõ nas Cortes que o muito alto, e muito poderoso Rey D. Joaõ III. De gloriosa memoria fez em Almeirim no anno de 1544, quando chamou os Tres Estados para o juramento do muito alto, e muito excellente Principe D. Joaõ seu filho. Lisboa por Joaõ Alvares Impressor delRey 1563. 4.

Fazem honorifica mençaõ de D. Sancho de Noronha D. Ant. Caet. de Sousa Hist. Gen. da Casa. Real Portug. Tom. 3. pag. 521. e Tom. 9. pag. 590, e Caetano Jozé da Sylva Sottomayor no Cathal. dos Bisp. de Leiria, onde erradamente o faz illegitimo.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]