SAMUEL DA SYLVA, nacido em Portugal, donde por ser sequaz dos delirios do Talmud se ausentou para Amsterdaõ, onde viveo muitos annos. Foy perito na intelligencia da sagrada Escritura, e Historia Ecclesiastica, e Secular.Escreveo

Tratado da immortalidade da Alma, em que tambem se mostra a ignorancia de certo contrariador do nosso tempo, que entre outros muitos erros deu neste delirio de ter para si e publicar que a alma do homem acaba juntamente com o corpo. Amsterdaõ por Paulo de Revesteym anno da creaçaõ do mundo 5383, e de Christo 1623. He huma forte invectiva contra Uriel da Costa que impiamente negava ser a alma racional immortal, de cuja obra se fez mençaõ, quando fallamos de Gabriel da Costa, nome que tinha antes de apostatar da Religiaõ Catholica. De Samuel da Sylva, como do seu Tratado da immortalidade da alma se lembra com grandes Elogios Wolfio Bib. Heb. Tom. 3. p. 1115. e 1116.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]