SEBASTIAÕ DA MADRE DE DEOS VILLELA, natural de Lisboa, Conego Secular da Congregaçaõ do Evangelista amado, cuja murça recebeo a 14 de Setembro de 1635. Foy Secretario da Congregaçaõ, Provedor do Hospital das Caldas, e Reitor do Convento de Villar, e de Lisboa, onde morreo a 30 de Junho de 1678. Foy insigne Prégador, e dos Sermoens que recitou com aplauso em diversos pulpitos, sómente se publicou no Livro intitulado Forasteiro admirado. Lisboa por Antonio Rodrigues de Abreu 1672. fol. Part. 2. a pag. 63.

Sermaõ na Canonizaçaõ de Santa Maria Magdalena de Pazzi prégado no quinto dia do Outavario solemne que lhe dedicou o Convento do Carmo de Lisboa.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]