LOPO FERNANDES DE BARBUDA cuja patria se ignora, assim como se conhece o espirito poetico que tinha para todo o genero de metrificaçaõ, que deixou eternizado nas obras seguintes que vimos.

Triumfos da Cruz, e Palmas Lusitanas. Consta do Triumfo do Calvario. Triumfo da Invençaõ da Cruz. Triumfo da Exaltaçaõ da Cruz. Triumfo da Cruz na batalha das Navas de Tolosa. Triumfo da Cruz na batalha do Salado. Triumfo da Cruz na batalha do Lepanto.

Palma Lusitana das Linhas de Elvas: Consta de 238. colunas.

Palma Lusitana da Batalha do Amexial. Consta de 253. colunas.

Palma Lusitana da Batalha de Montes Claros, e cerco de Villa-Viçosa. Consta de 434. colunas.

Entrada DelRey D. Manoel com a Rainha Dona Izabel em Castella. Consta de 131. colunas.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]