LOPO FERNANDES DA CASTANHEDA natural da Villa de Santarem, e pay de Fernaõ Lopes de Castanheda, celebre Escritor da Historia da India, do qual em seu lugar se fez merecida lembrança, e de Ruy Fernandes de Castanheda Dezembargador da Casa da Supplicaçaõ nomeado Secretario do Embaixador a Roma D. Duarte de Castello branco Conde do Sabugal, e Meirinho mór do Reyno para alcançar a dispensa para cazar o Cardial D. Henrique. Foy o primeiro Ouvidor da Cidade de Goa para onde partio de Lisboa a 18. de Abril de 1528. com o Governador do Estado o famozo Nuno da Cunha. Teve grande genio para a Poesia vulgar, em que compoz diversas obras cheyas de todo o genero de erudiçaõ, merecendo entre todas a mayor distinçaõ a Satyra em que com mordaz agudeza increpou os vicios de algumas pessoas da primeira Jerarchia, que viviaõ no Reynado DelRey D. Ioaõ o III. por cuja obra cahio na desgraça deste Principe, a qual conservava em Santarem seu neto Jeronymo de Castanheda. Delle faz memoria seu filho Fernaõ Lopes da Castanheda na Hist. da India liv. 8. c. 27 e 31.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]