SIMAÕ RODRIGUES DA VEIGA, insigne Poeta vulgar, cujas Poezias estaõ no Cancioneiro de Pedro Ribeiro collegido no anno de 1577, sendo entre ellas as mais estimaveis os Sonetos que começaõ  Passa no campo o tempo o passarinho, &c. Se me deixara a dor de hum acidente, &c. Naõ ha já que esperar, nem que temer, &c. e huma Elegia que principia Buelve Filis hermosa, &c.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]