Fr. THOMAZ DA VEIGA. Naceo em a Cidade de Coimbra, onde recebeo a graça bautismal a 10 de Fevereiro de 1578. Foy filho de Ruy Lopes da Veiga, Lente de Prima de Leys em a Universidade de Coimbra, de quem se fez merecida lembrança em seu lugar, e de D. Helena Pinheiro, e irmaõ do celebre Jurisconsulto Thomé Pinheiro da Veiga, de quem a diante se fará larga mençaõ. Na florente idade de quinze annos deixou a casa paterna pelo Claustro da Penitente Ordem Terceira de S. Francisco, professando o seu instituto a 22 de Fevereiro de 1594 no Convento de N. Senhora da Esperança, junto a Villa de Belmonte em o Bispado da Guarda. No Collegio de Coimbra estudou as sciencias severas, e de tal modo penetrou as suas mayores difficuldades que no anno de 1603 as explicou aos seus domesticos, até jubilar no anno de 1614. Foy Deffinidor, Reitor do Collegio de Coimbra, e Examinador das Tres Ordens Militares. Falleceo no Convento de Lisboa a 4 de Novembro de 1638, quando contava 60 annos de idade, e 45 de Religiaõ. Delle fazem memoria Nicol. Ant. Bib. Hisp. Tom. 2. p. 255. Wadingo Script. Ord. Min. pag. 322. col. 2. onde o apelida de Albeinga. Lelong. Bib. Sacra p. mihi 1000. col. 2. Joan. Soar. de Brito Theatr. Lusit. Litter. lit. T. n. 17. Fr. Joan. a D. Ant. Bib. Franc. Tom. 3. p. 128. col. 2. Carvalho Corog. Portug. Tom. 3. p. 500.

Compoz

Sermoens para todas as quartas feiras, sextas, e Domingas da Quaresma com outros, que se costumaõ pregar na Semana Santa, e assim mais humas consideraçoens sobre a Paixaõ de Christo Senhor Nosso, e sobre as sete palavras

que disse na Cruz. Lisboa por Pedro Crasbeeck 1618. 4. No Prologo affirma estar limando para imprimir as Jornadas de Jacob que lera na Universidade de Coimbra.

Consideraçoens sobre os Evangelhos, que se cantaõ em as 24 Domingas depois do Espirito Santo. Primeira Parte, que contem as primeiras 12 Domingas com duas Oitavas do Espirito Santo. Lisboa por Antonio Alvares 1619. 4.

Segunda Parte. ibi pelo dito Impressor. 1620. 4.

Consideraçoens litteraes, moraes, e allegoricas sobre os Threnos, e lamentaçoens do Profeta Jeremias. Lisboa por Lourenço Crasbeeck 1633. fol.

Explanatio litteralis, & Mystica in cap. 28. Geneseos ubi de Jacob egressu è domo paterna, ejusque itinere in Mesopotamiam agitur. fol. M. S. Chega até o verso 31 do Cap. 29. Conserva-se na Livraria do Collegio de Coimbra.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]