Fr. THOMAZ ARANHA, naceo em a Cidade de Coimbra a 4 de Julho de1588 tendo por Progenitores a Diogo Aranha Chaves, Alcaide mór de Redondo, e a sua mulher D. Izabel da Costa. Desprezando as esperanças com que o lizongeava o mundo fundadas na illustre Casa de que procedia se alistou na preclarissima Religiaõ de S. Domingos em o Convento patrio a 25 de Junho de 1605, e professou solemnemente no Convento de Aveiro a 4 de Julho de 1606 Como era dotado de engenho perspicaz fez taes progressos nas sciencias escholasticas que naõ sómente as dictou aos seus domesticos com aplauso, mas recebendo o grao de Bacharel em Theologia pela Universidade de Coimbra o alcançou mayor substituindo as Cadeiras de Durando, e da Escritura na mesma Academia Conimbricense. Igual aclamaçaõ mereceo em o pulpito, sendo chamado para Orador em as mais celebres solemnidades, onde concorriaõ as pessoas mais eruditas a formar-lhe o auditorio. Foy Prior do Convento de Amarante, Vigario das Religiosas de Leiria, e Reitor do Collegio de Santo Thomaz de Coimbra. Falleceo no Convento de Lisboa a 24 de Fevereiro de 1663, quando contava 75 annos de idade, e 58 de Religiaõ. Delle se lembraõ com louvor Fr. Pedro Monteiro Claust. Dom. Tom. 3. p. 44. e 311. e a Magna Bib. Eccles. Tom. 1. p. 528. col. 2. Publicou

Sermaõ de S. Jorge que celebrou a nobilissima Naçaõ Ingleza em S. Domingos de Lisboa no anno de 1638. Lisboa por Manoel da Sylva 1638. 4.

Sermaõ, que as Comendadeiras fizeraõ a seu Patraõ Saõ-Tiago estando o Santissimo exposto. Lisboa por Lourenço de Anveres 1644. 4.

Sermaõ no Officio, que se faz pelas almas dos Irmaõs Defuntos da Casa da Misericordia de Lisboa. Lisboa por Domingos Lopes Rosa. 1645. 4.

Sermaõ de S. Lucas Evangelista na Igreja da Annunciada de Lisboa. Lisboa pelo dito Impressor 1646. 4.

Sermaõ de S. Carlos Borromeo Cardial do Titulo de Santa Praxedes Arcebispo de Milaõ prégado na Igreja do Loureto de Lisboa anno 1646. Lisboa pelo dito Impressor. 1647. 4.

Sermaõ da gloriosa, e Serafica Madre Santa Clara, prégado no seu Convento de Lisboa. Lisboa pelo dito Impressor 1648. 4.

Sermaõ do glorioso S. Damaso Papa natural, e padroeiro da muy nobre, e leal Cidade de Guimaraens na festa, que a Camara da mesma Villa lhe fez por ordem de Sua Magestade como a Padroeiro seu no anno de 1648. Coimbra por Manoel de Carvalho Impressor da Universidade. 1651. 4.

Sermaõ nas Exequias do Serenissimo Principe de Portugal D. Theodozio, que lhe celebraraõ os Religiosos de S. Domingos de Lisboa Benfica, e Almada no real Convento de Belem em 27 de Junho de 1653. Lisboa na Officina Crasbeeckiana 1653. 4.

Poesias que fez a Universidade de Coimbra á Aclamaçaõ delRey D. Joaõ IV. Lisboa por Lourenço de Anveres 1644. 4.

Triumpho da Fé na vida, e morte do glorioso S. Pedro Martyr Padroeiro do Santo Officio. M. S.

Sermoens Quadragessimaes. 4. M. S.

Sermoens Varios. 4. M. S.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]