P. TIMOTHEO DE OLIVEIRA, natural de Lisboa, e filho de Antonio Francisco de Oliveira, e Lourença Vieira, e irmaõ do Excellentissimo e Reverendissimo Bispo de Viseu D. Julio Francisco de Oliveira de quem em seu lugar se fez merecida lembrança. Na idade da adolescencia se alistou na Companhia de Jesus em o Noviciado patrio a 24 de Fevereiro de 1721, onde foy Lente da primeira Classe de Humanidades em o Collegio de Coimbra, e de Filosofia em o de Santo Antaõ de Lisboa, e Perfeito dos Estudos do mesmo Collegio. Ao tempo que estava dictando Theologia no mesmo Collegio foy eleito Confessor da Serenissima Princeza da Beira hoje Duqueza de Bragança, e Mestre das Serenissimas Infantas. Entre os Oradores Evangelicos mereceo lugar distinto. Publicou

Illustrissimo Excellentissimo Domino D. Francisco Paulo de Portugal Marchioni Valentiano, Comiti Vimiosensi, Regiae stirpis germini florentissimo Panegyris gratulatoria. Ulyssipone apud Michaelem Rodrigues. 1740. 4.

Sermaõ da Dedicaçaõ da Santa Igreja Patriarchal de Lisboa prégado na mesma Igreja no anno de 1747, e primeiro em que se prégou desta Dedicaçaõ. Lisboa por Francisco Luiz Ameno 1748. 4.

Sermaõ do Desagravo do Santissimo Sacramento prégado na Igreja Parochial de Odivelas em 11 de Mayo de 1748. Lisboa pelos herdeiros de Antonio Pedrozo Galraõ 1749. 4.

Oraçaõ funebre das exequias do Fidelissimo, e Augustissimo Rey D. Joaõ V. de saudosa memoria celebradas na Basilica de Santa Maria. Lisboa por Francisco da Sylva 1750. 4.

 

Bibliotheca Lusitana, vol. III]