VICTORINO JOZÉ DE SIQUEIRA, natural de Lisboa, donde partindo a 23 de Março de 1730 com o lugar de Desembargador da Relaçaõ de Goa cabeça do Imperio Oriental Portuguez, e chegando felizmente a tomar posse delle se armou contra a sua pessoa a malicia de alguns emulos de que resultou estar suspenso pelo largo espaço de dez annos, porêm justificada a innocencia do seu procedimento pela profunda madureza do Excellentissimo Marquez de Alorna Vice-Rey do Estado o restituio a administraçaõ de Senador. Para gratificar esta acçaõ com que se remio o credito do seu nome recitou na prezença do mesmo Vice-Rey a Oraçaõ seguinte, onde se mostra a intelligencia que tinha da lingoa Latina, e da Arte da Rhetorica.

Brevis Oratio coram Illustrissimo, Excellentissimoque Domino D. Petro Michaele de Almeida Portugal Indiae Prorege strenuissimo, dignissimo habita in Supremo Goae Senatu. Ulyssipone ex Typographia Alvariensi 1748. 4.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]