Fr. FAUSTINO DA MADRE DE DEOS natural da Villa de Ovar do Bispado do Porto, chamado no Seculo Faustino da Sylva, filho de Andrè Affonso, e Guiomar Gonçalves. Recebeo o habito Serafico em o Convento de S. Francisco de Bragança a 8. de Fevereiro de 1613. Foy muito erudito nas letras Sagradas, e profanas, e dos grandes Oradores Evangelicos do seu tempo. Na Religiaõ ocupou em o anno de 1624. O lugar de Guardiaõ do Convento de Santa Cruz da Ilha da Madeira quando sua Custodia era sogeita à Provincia de Portugal; depois foy Confessor das Religiosas do Mosteiro de Val de Pereiras, junto de Ponte de Lima no anno de 1630. do Mosteiro de Monchique nos suburbios da Cidade do Porto em 1645. e de Santa Clara de Coimbra em 1654. e em todos estes ministérios Religiosos mostrou a sua grande prudencia, e virtude. Delle fazem memoria Fr. Fernando da Soled. Hist. Seraf. da Prov. de Portug. Part. 3. liv. 1. cap. 21. e Fr. Joan. à D. Anton. Bib. Francisc. Tom. 1. pag. 342. col. 1. Nicol. Anton. Bib. Hispan. pag. 277. col. 1. Compoz.

Primeira parte do Florilegio Espiritual, colhido da doutrina dos Santos Padres, e de varios Doutores, e Mestres de espirito applicado á perfeiçaõ da Vida religiosa sobre o Psalmo Beati immaculati in via &c. segundo a exposiçaõ do Doutor Serafico Boaventura sobre o mesmo Psalmo. Coimbra por Manoel Dias Impressor da Universidade 1656. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]