Encontro de homenagem à escritora Lídia Jorge, organizado pela Junta de Freguesia de Alvalade, no âmbito de Alvalade Capital da Leitura 2020, que decorre entre 21 e 26 de setembro.

As Inquietações de Janus – rostos ontológicos e sociais na obra de Lídia Jorge

Os livros de Lídia Jorge, traduzidos em mais de vinte línguas, são há muito objeto de estudo nos meios universitários, tanto em Portugal como no estrangeiro. O colóquio reúne na Biblioteca Nacional cerca de uma dezena de especialistas, estando em foco não apenas a obra romanesca, mas também a recentemente revelada faceta de poeta da autora, que está a comemorar 40 anos de vida literária.

10h30
A dimensão social de um Contrato sentimental ou as faces da escritora | Carlos Reis
Lídia Jorge – Das Raízes à compreensão da Cidadania | Guilherme d’Oliveira Martins
O corpo arqueológico da memória em Lídia Jorge | Conceição Brandão
15h00
Tréguas para a prosa. Tréguas para o nosso tempo. A Poesia de Lídia Jorge | António Carlos Cortez
Lídia Jorge e a França 
| Pierre Léglise Costa (por vídeo-conferência)
Dois ou três improvisos sobre alguns poemas de Lídia Jorge 
| Fernando Pinto Amaral
17h00
Lídia Jorge e a ontologia do devir: uma leitura de Estuário | Maria Graciete Besse
Vulnerabilidade humana e tentativa de redenção em Estuário de Lídia Jorge 
| José Cândido Oliveira Martins
Levantados do chão: Lídia Jorge e José Saramago 
| Isabel Cristina Rodrigues
Fonte: BNP