José Jorge Letras, «Faure da Rosa: uma escrita criada no intervalo das escritas», 14 de Junho de 1981