António Guerreiro, «Considerações, curiosidades, balanços», in Expresso, 3 de Janeiro de 1998