Fr. IOAÕ DE NAZARETH filho de Miguel da Sylva, e Mariana do Desterro  naceo em a Villa de Obidos do Patriarchado de Lisboa, e na Igreja Matriz de Santa Maria recebeo a graça bautismal a 24 de Mayo de 1705. Quando contava dez annos foy admitido pela destreza, e suavidade da voz ao habito de religioso Terceiro da Ordem Serafica cujo instituto professou solemnemente a 9 de Iulho de 1722. Pela sua grande sciencia da musica, e integridade de custumes foy nomeado em o Capitulo que se celebrou a 27 de Iulho de 1737. Capellaõ das Religiosas do Convento da Madre de Deos junto da Villa de Aveiro com a incumbencia de reduzir à ultima perfeiçaõ o Canto de Orgaõ que muitas religiosas do dito Mosteiro practicavaõ para mayor culto de seu divino Espozo. Passados dous annos que assistio neste domicilio falleceo com geral sentimento de todas as pessoas que o tratavaõ a 31 de Iulho de 1739. Tinha particular genio para a Poezia vulgar deixando por testemunho a seguinte obra.

Glossa ao Soneto, Esta Senhor que vemos sepultada Dedicado a ElRey N. Senhor na intempestiva morte de sua Serenissima Irmãa a Senhora Infanta D. Francisca. Sahio impresso com outras obras a este funebre assumpto intitulado Acentos saudosos das Musas Portuguezas. Lisboa por Antonio Isidoro da Fonceca. 1736. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]