Fr. IOAÕ MANOEL natural de Lisboa, e filho illegitimo de D. Luiz Manoel de Tavora quarto Conde da Atalaya Tenente General da Cavallaria do Minho, Embaxador à Corte de Saboya, Governador das Armas da Provincia do Minho, e Conselheiro do Estado. Para acrecentar mayores brazoens ao seu nacimento se adoptou na preclarissima Familia Cisterciense recebendo a monastica cogulla em o Real Convento de Alcobaça a 22 de Dezembro de 1690. Depois de dictar as sciencias severas aos seus domesticos que sahiraõ capazes do magisterio foy admitido em a Universidade de Coimbra ao numero dos Doutores Theologos onde brilhou o seu talento ou fosse nas Cadeiras que regentou sendo eleito Conductario a 22 de Fevereiro de 1722. ou fosse em os Pulpitos atrahindo com a elegancia da fraze, e profundidade do discurso as pessoas mais eruditas que lhe formavaõ o auditorio. Falleceo em o Collegio de S. Bernardo de Coimbra a 20 de Novembro de 1739. quando contava 63 annos de idade. Publicou.

Sermaõ na solemne açaõ de graças que celebrou a Universidade de Coimbra congregada em Prestito no dia 4. de Ianeiro de 1735. pelo felicissimo nacimento da augustissima Princeza da Beyra Primogenita do Principe do Brazil Nosso Senhor prégado no Real Mosteiro de S. Clara. Coimbra na Officina do Collegio Real das Artes da Companhia de IESUS. 1735 4.

Vaticinio exposto, comfirmado, e defendido. Exposto à Universdade de Coimbra na solemne Açaõ de Graças que celebrou congregada em Prestito no dia 4. de Ianeiro de 1735. pelo felicissimo nacimento da Serinissima Princeza da Beyra confirmado, e defendido na ocaziaõ do segundo parto da Serenissima Princeza do Brazil. Coimbra na mesma Officina. 1736 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]