Fr. IOAÕ DA MATTA natural de Lisboa, e bautizado na Parochia de Nossa Senhora da Pena a 25 de Fevereiro de 1716. teve por Pays a Ioaõ Machado, e Maria Ferreira. Quando contava a tenra idade de nove annos foy admitido ao habito da Terceira Ordem da Penitencia em o Convento de Nossa Senhora de Jesus pela suavidade da voz, e destreza da Musica de que era ornado. Feita a profissaõ solemne a 2 de Fevereiro de 1734. como tivesse capaz talento para as sciencias severas estudou Filosofia no Convento de Vianna defendendo com aplauzo Conclusoens publicas, e Theologia em o Collegio de Coimbra, que interrompeo por cauza de hum fluxo de sangue, que brevemente o privou da vida a 3 de Junho de 1738. quando tinha 24 annos de idade. Entre as composiçoens Musicas, que deixou mereceraõ mayor estimaçaõ os seguintes Motetes a 4. vozes.

Ave Rosa sine Spinis.

Ó Beatorum sedes.

Ó Patriarcha pauperum.

Missa de diversas vozes para se cantar quando celebrasse a primeira Missa por

ter já recebido as Ordens de Presbitero.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]