Fr. IOAÕ DA CRUZ natural da Villa de Monte-mór o novo da Provincia Transtagana, e filho de Jozè Lopes Baptista, e Angela Baptista. Professou o sagrado instituto da illustre Religiaõ da Santissima Trindade no Convento de Lisboa a 2 de Junho de 1703. onde aprendidas as sciencias escholasticas as dictou com aplauzo aos seus domesticos merecendo pela sua grande capacidade ser Examinador das Tres Ordens Militares, e do Patriarchado de Lisboa, Reytor do Collegio de Coimbra, Definidor da Provincia, e duas vezes Provincial; a primeira a 7 de Mayo de 1733. e a segunda a 2 de Setembro de 1744. cujo governo naõ acabou preocupado da morte, que o privou da vida em o Convento de Lisboa a 5 de Abril de 1745. quando contava 65 annos de idade, e 43 de Religiaõ compoz.

Sermaõ pregado na Canonizaçaõ dos admiraveis Santos Luiz Gonzaga, e Stanislao Kostka em o dia 27 de Setembro de 1727. primeiro do solemnissimo Triduo, que celebrou o Collegio da Companhia de IESUS da Villa de Santarem. Lisboa por Iozé Antonio da Sylva. 1727. 4.

Tractatus de potestate, & jurisdictione Conservatorum. fol. M. S.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]