Fr. IOAÕ DE CHRISTO natural de Lisboa Monge Cisterciense cujo habito vestio no real Convento de Santa Maria de Alcobaça a 8 de Ianeiro de 1614. E professou solemnemente a 10 do dito mez do anno seguinte. Foy insigne tangedor de Orgaõ, e dos celebres professores de Musica do seu tempo como testimunhaõ as obras que deixou desta armonica Faculdade, sendo as principaes.

O Texto das Paixoens que se cantaõ em a Semana Santa composto a 4. vozes,

do qual se uza no Real Convento de Alcobaça.

Calendas do Natal, e de S. Bernardo.

Falleceo no Convento de Alcobaça a 30 de Iulho de 1654.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]