Fr. IOAÕ DE CHRISTO chamado no seculo Ioaõ Botelho naceo em Villareal do Arcebispado de Braga onde teve por Pays a Antonio Ferreira, e D. Helena Botelho igualmente nobres, e pios. Professou o austero instituto de Carmelita Descalso em o Convento de Nossa Senhora dos Remedios de Lisboa a 11 de Março de 1612. onde se distinguio dos seus domesticos na cultura das virtudes, e principalmente no zelo com que passando á India com o lugar de Vigario Geral  promoveo incansavelmente a Conversaõ da Gentilidade. Duas vezes foy a Roma como Procurador da sua Religiaõ conseguindo pela prudencia, e actividade de que era ornado importantes negocios para augmento e conservaçaõ da sua Ordem. Restituido a Portugal ocupon todo o tempo que lhe restava das precizas obrigaçoens do seu estado na laboriosa aplicaçaõ de escrever memorias historicas da sua Religiaõ. Falleceo no Convento de Lisboa onde nacera para Deos, em o anno de com 64 annos de idade e 47 de religioso. Compoz.

Carmelo Descalso Lusitano, ou Summario de alguns Religiosos Portuguezes illustres em Santidade. M. S. Desta obra fez participante ao Licenciado Iorge Cardoso por carta escrita a 17 de Iulho de 1647. e della se lembra no Agiol. Lusit. Tom. 1. p. 125. no Comment. de 12 de Ianeiro. letr. I.

Claustro de Santo Alberto, ou noticia da Fundaçaõ deste Convento situado em Lisboa, e das Religiosas Carmelitas Descalsas que nelle floreceraõ. Dedicado a Serenissima Rainha de Portugal a Senhora D. Luiza Francisca de Gusmaõ. M. S.  Desta obra faz mençaõ o referido Cardozo Agiolog. Lusit. Tom. 2. p. 69. no Comment. de 6 de Março Letr. I. Fonte de Elias, ou Tratado das Antiguidades da Ordem Carmelitana. fol. M. S.

Vida de D. Leaõ de Noronha ascendente dos Condes dos Arcos com noticia das suas virtudes, e da historia daquelles tempos. Escrita em 10 Capitulos.

Vida da Madre Maria de S. Iozè, e de algumas Religiosas do Convento do Calvario de Evora com as noticias do Bispo D. Vasco. M. S. Estas duas obras se achaõ encadernadas em hum volume, que se conservaõ na Livraria do Excellentissimo Conde do Vimieiro.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]