D. IOAÕ CARDOSO CASTELLO natural do lugar de Loures distante duas legoas da Cidade de Lisboa filho do Capitaõ Vicente Simoens, e D. Antonia Cardosa Foy educado em caza de seu Tio o Conego Iozé Cardoso Secretario do Conselho Geral do Santo Officio. Estudou em Lisboa Humanidades, Filosofia, e Theologia, e depois de ordenado de Presbitero frequentou a Universidade de Coimbra onde recebeo a gráo de Bacharel na Faculdade dos Sagrados Canones. Restituido a Lisboa exercitou o Officio de Advogado cõ grande concurso de Cauzas em q pelas suas letras adquirio fama de insigne letrado assim no foro Ecclesiastico, como secular. Deste ministerio passou a ser Vigario Geral do novo Patriarchado de Lisboa donde foy assumpto a Bispo coadjutor do Illustrissimo, e Reverendissimo Patriarcha D. Thomas de Almeyda sendo confirmado pela Santidade de Clemente XI. com o titulo de Arcebispo de Lacedemonia. Foy recto na justiça, singular na benevolencia, e insigne na prudencia. Falleceo em Lisboa a 16 de Novembro de 1729. Jaz sepultado na Capella de Nossa Senhora da boa morte em a Igreja de S. Roque Caza professa dos PP. Jezuitas. Das muitas, e doutissimas Allegaçoens Iuridicas, que escreveo, se fizeraõ publicas as seguintes sem o seu nome.

Responso edita à Procuratore in Curia Patriarchali Ulixbon. degente contra Allegationem promulgatam pro Praesbiteris dictae Diocesis oriundis à Reverendissimo Episcopo Tagast. Vicario Capitulari Diocesis Ulyssip. Orientalis contra Sacrorum Canonum, et Sacri Concilii Tridentini Sanctiones Sacris Ordinibus ad Titulum Capellaniarum ejusdem Diocesis Orientalis insignitis. Romae Typis Reverendae Camerae Apostolicae. 1722. fol.

Allegaçaõ da Mitra Patriarchal contra a Ordem de S. Tiago, na qual se propoem, e confutaõ os excessos com que o Prior mór de Palmella, e a jurisdiçaõ das Ordens ampliando as faculdades de seus privilegios contra as disposiçoens de Direito, e estipulaçoens do contrato porque obteve as Igrejas, que tem ultra Tagum, offendem, e usurpaõ as prerogativas da mesma Mitra, e sua jurisdiçaõ ordinaria. Lisboa por Paschoal da Sylva Impressor de S. Magestade. 1723. fol.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]