IOAÕ ANTUNES natural de Lisboa filho de Manoel Antunes Machado, e Magdalena da Cruz. Na idade da adolescencia recebeo a roupeta de S. Filippe Neri na Congregaçaõ do Oratorio da sua patria a 13. de Iunho de 1686. onde aprendeo as letras Çagradas, que dictou aos seus domesticos com credito da sua sciencia pela qual mereceo ser Consultor do Santo Officio. Havendo assistido com louvavel procedimento por muitos annos na Congregaçaõ a deixou obrigado de causas urgentes, e em atençaõ á sua litteratura o nomeou o Excellentissimo Conde da Atalaya Prior da Parochial Igreja de Nossa Senhora da Assumpçaõ Matriz da dita Villa onde depois de encher as obrigaçoens de vigilante Pastor morreo com saudade das suas ovelhas. Compoz em o tempo, que foy Congregado.

Escola do Temor de Deos em que se ensina a viver bem fugindo dos vicios, e procurando as virtudes. Lisboa por Valentim da Costa Deslandes 1707. 8. He traduzida da lingua Italiana do Padre Iozé Mansi da Congregaçaõ do Oratorio em a materna onde o Tradutor acrecentou humas breves Meditaçoens para todos os dias da semana.

Arvore da vida plantada no Paraizo da Igreja junto às correntes da graça: Historias selectas das vidas dos Santos distribuidas por todos os mezes e dias do anno Tom. 1. Lisboa por Mathias Pereira da Sylva, e Ioaõ Antunes Pedrozo. 1720. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]