Fr. IOAÕ DE AZEVEDO Naceo em a celebre Villa de Santarem a 27 de Janeiro de 1665. e naõ a 2 de Dezembro de 1667. como escreve o P. Ignacio da Piedade, e Vasconcellos Hist. de Santar. Edif. Tom. 2. pag. 483. e na Parochial  Igreja de Nossa Senhora de Marvilla recebeo a primeira graça a 2 de Fevereiro. Foy filho de Pays muito nobres quais foraõ Antonio de Azevedo Pereira, e D. Iria de Abreu, e Cordova filha de Antonio de Abreu, e Cordova, e D. Antonia de Goes. Entre o Institutos religiosos professou o de Erimita Augustiniano em o Real Convento de Nossa Senhora da Graça de Lisboa em o primeiro de Novembro de 1686. onde a com prehensaõ do seu talento, felicidade de me moria, e inclinaçaõ ao estudo o constituiraõ hum dos mais celebres Theologos dc seu tempo principalmente em a Theologia Moral em que a sua penna deixou immortalizado o seu nome. Depois de dictar as sciencias severas aos domesticos pelo espaço de vinte annos com grande aplauzo da sua litteratura foy Prior do Convento da Ilha, Reytor do Collegio de Braga, Prior do Convento de Lisboa, Definidor da Ordem, Examinador do Tribunal da Meza da Conciencia, e Ordens, e Consultor da Bulla da Cruzada. Falleceo no Convento de N. Senhora da Graça de Lisboa a 16 de Junho de 1746. quando contava 81. annos de idade, e 60 de Religiaõ.

Compoz.

Tribunal Theologicum, & Juridicum contra subdolos Confessarios in Sacramento Paenitentiae ad Venerem sollicitantes securioribus Authorum tum veterum, tum recentiorum deliberationibus undequaqe exornatum, erectum, in quo breviter, & dilucide conferuntur casus solicitantium: deliberantur omnia fere dubia solicitationis. Ulyssipone apud Michaelem Rodrigues. 1726. 4.

Tribunal de Desenganos dividido em 24 desenganos, deliberaçoens Theologicas, Escriturarias, doutrinaes, politicas, e Christãas. Lisboa na Officina Augustiniana. 1733. fol.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]