Fr. IOAÕ BAPTISTA intitulado o Alparca naceo em Lisboa professou o instituto serafico em o Convento de Leyria a 16 de Outubro de 1611. Onde aprendidas as sciencias Escholasticas em que sahio insigne, alcançou geral aclamaçaõ em o pulpito sendo hum dos mais famozos Declamadores Evangelicos da sua idade pela delicadeza dos pensamentos, afluencia de palavras, e profundidade dos discursos. Para eterno monumento do seu talento concionatorio basta o elogio, que lhe fez em breves palavras o Oraculo da Eloquencia Ecclesiastica o Padre Antonio Vieyra, que ouvindo-o em a Parochia de Nossa Senhora da Varzea do termo da Villa de Alanquer pregando hum Sermaõ do Sacramento admirado da energia, e subtileza com que discursava, disse Á mãy do P. Alparca deraõ-lhe as dores do parto na Igreja, e foy o parir ao pulpito. Ainda quando a idade decrepita que chegou a 91 annos o dispensava do exercicio de Pregador o continuou até o anno de 1687. em que falleceo no Convento de S. Francisco desta Corte. Podendo formarse muitos volumes dos seus Sermoens em cujos padroens se perpetuasse o seu nome unicamente se fez publico o seguinte que furtivamente se alcançou como escreve Fr. Fernando da Soledade. Hist. Seraf. da Prov. de Portug. Part. 3. liv. 1. cap. 21.

Sermaõ Panegyrico da gloriosa Assumpçaõ de Maria Santissima prégado em o Convento da Madre de Deos. Sahio na Laurea Portug. a pag. 336. até 357. Lisboa por Miguel Deslandes. 1687. 4. Desta obra como de seu author faz memoria Fr. Ioan. à D. Ant. Bib. Franc. Tom. 2. pag. 126. col. 1.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]