D. IOAÕ DE ATAYDE, E AZEVEDO natural do Couto de S. Ioaõ de Pendorada no Conselho de Bem viver da Comarca do Porto em a Provincia de Entre Douro, e Minho. Teve por progenitores a D. Francisco de Attayde de Azevedo Commendador da Ordem de Christo, e a D. Brites da Sylva. Ap]icou-se na Universidade de Coimbra ao estudo da Sagrada Theologia em que fez tantos progressos a agudeza do seu engenho, que foy admetido a Collegial do Collegio Real de S. Paulo a 2 de Mayo de 1613. Passados alguns annos preferio a escola de Bellona à de Minerva sendo Capitaõ de Couraças, e Comissario da Cavallaria do Alentejo distinguindo-se entre os mais valerosos soldados na batalha do Montijo alcançada no anno de 1644. contra o Marquez de Tarracuza onde deu do seu valor heroicos testemunhos. Cazou com D. Catherina de Sá filha de Christovaõ de Sá de Coimbra. Foy insigne na Arte da Cavallaria, e muito dèstro em tourear. Escreveo. Rendimentos da Cavallaria da Gineta. 4. M. S. Dedicados ao Serenissimo Rey D. Ioaõ o IV. Esta obra estava prompta com todas as licenças para a impressaõ, e della transcreveo grande parte Francisco Pinto Pacheco no seu Tratado da

Cavallaria  da Gineta impresso em Lisboa. 1670. Do author, e da obra faz mençaõ meu Irmaõ D. Iozé Barbosa Mem. do Colleg. Real de S. Paulo pag. 118. e no Archiath Lusit. pag. 26. e 161

Martia posthabitá quaeret vexilla Ioannes

Pallade, virtutem dicet Montijia pugna

Hispaná de gente potens quá Lusus ovabit.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]