P. IGNACIO MASCARENHAS. Teve por berço a Villa de Monte mór o novo em a Provincia do Alentejo, e por progenitores a D. Fernando Martins Mascarenhas Commendador de Mertola, Alcayde mór de Monte mòr o novo, Senhor de Lavre, e a D. Maria de Lencastre filha de D. Diniz de Lencastre Commendador mór da Ordem de Christo, Alcayde mòr de Obidos, Embaxador a França, Castella, e Roma, e de D. Izabel Henriques filha de D. Francisco Coutinho terceiro Conde de Redondo Vicerey da India, e por irmaõ a D. Ioaõ Mascarenhas Conde de Santa Cruz. Na tenra idade de 15 annos preferio com madura reflexaõ a humildade religiosa ao claro esplendor do seu nacimento recebendo a roupeta de Iesuita em o Noviciado de Evora a 24 de Fevereiro de 1622. e fazendo a profissaõ do quarto voto a 2 de Fevereiro de 1644. Dictou Filosofia em a Universidade de Evora, e Theologia Moral em o Collegio de Santo Antaõ de Lisboa deixando em huma, e outra parte eternos monumentos da subtileza do seu talento. Pela gravidade da pessoa, e prudencia de juizo mereceo o declarado affecto delRey D. Ioaõ o IV. cometendo-lhe quando o mandou a Catalunha no anno de 1641. Gravissimos negocios de que pendia a conservaçaõ desta Monarchia, cuja incumbencia desempenhou com igual destreza, que fidelidade como escrevem o Excellentissimo Conde da Ericeira D. Luiz de Menezes Portug. Restaurad. Tom. 1. pag. 147. E Almeyda Restaurac. de Portug. liv. 2. cap. 22. Tendo sido Reytor do Collegio de Lisboa foy promovido a Proposito da Caza de S. Roque em cujo lugar deixou a vida caduca pela eterna a 24 de Novembro de 1669. quando contava 62 annos de idade, e 47 de Companhia. Delle se lembraõ honorificamente Ioan. Soar. de Brito Theatr. Lusit. Liter. lit. 1. n. 7. e Franco Annal. S. J. in Lusit. pag. 347. n. 5. Compoz.

Relaçaõ do sucesso, que teve na jornada, que fez a Catalunha por ordem de S. Magestade ElRey D. Ioaõ o IV. N. Senhor Lisboa por Lourenço de Anuers. 1641. 4.

Justicia del inclyto Rey D. Juan el 4. de Portugal, Arbol de los Reys Portuguezes y Caza de Bragança, Leys de Lamego &c. Barcelona por Iaques Romeu. 1642. 4. Contra este livro sahio ocultando o nome Ioaõ Adaõ de la Parra Advogado do Tribunal da Inquisiçaõ cuja mordaz petulancia se conhece do titulo da sua impugnaçaõ, que he o seguinte. Apologetico contra el  Tirano y rebelde Verganza y conjurados Arcobispo de Lisboa y sus parciales em respuesta a los doze Fundamentos del Padre Mascareñas. Zaragoza por Diego Dormer. 1642. 4.

Oraçaõ exhortatoria aos fieis, e pios Christãos do Reyno de Portugal pela devoçaõ de ajudar ao proximo na agonia da morte;offerecea à Irmandade dos Agonizantes sita na Igreja de Santo Ignacio do Collegio de Santo Antaõ da Companhia de JESUS. Lisboa na Officina Crasbeckiana. 1656. 16.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]